Contos pro meu filho.

— Bom dia. Gostaríamos de falar com o seu filho.
— Meu filho? Mas quem são os senhores?
— Chame o seu filho, por favor.
— Mas é uma criança, está…
— Se a senhora não chamá-lo, nós iremos buscá-lo.
— O que foi que ele fez?
— A senhora sabe o que ele fez. Queremos saber por quê. Alguém pagou para ele dizer que o rei estava nu?
— Não. Claro que não. Nós fomos ver o rei desfilar com a sua roupa nova. Até fomos cedo, para pegar lugar na frente. E quando o rei passou, ele disse, só isso.
— Por quê?
— Por que o rei estava nu.
— Isso não vem ao caso. O que o levou a se manifestar?
— Não sei. Ele ficou surpreso e…
— Influência de casa, talvez? Que tipo de educação recebe o menino?
— Uma educação normal. Nós somos gente pobre. Enfim…
— Quem são seus amigos? Ele pertence a alguma organização? O que costuma ler? Recebe publicações estrangeiras?
— Ele ainda não sabe ler! É um inocente.
— Inocente útil, talvez. Teremos que levá-lo para interrogatório. Prepare suas coisas.
— Mas…
— Vá buscá-lo, por favor.
— Mas ele disse a verdade. O rei estava mesmo nu. Todo mundo viu.
— Mas só ele disse. Esses são os que dão trabalho.

– luís fernando veríssimo.

Anúncios

3 comentários sobre “Contos pro meu filho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s